Reservas de Hotéis Aluguel de Carro Passagens Aéreas
 Quem somos   |   Formas de Pagamento    |    Compromisso com o Menor Preço   |    Vantagens    |   Segurança    |   Privacidade
Passagens Aéreas Promocionais
Nacionais

Internacionais

No Exterior

Viajando para o Brasil

Viajando entre países

 

Nacionais

Internacionais

 

Brasil

Exterior

 

Seguro viagem

Passaporte

Vistos

Pacotes turisticos

Consulados
Hotéis em São Paulo

Embaixadas do Brasil

Mapa do Site

 

Dicas de Saúde

Guia do Passageiro

Bagagem

Alfândega

Viagens Exterior

Glossário

Chamadas a Cobrar

Dubai - EAU

Dubai é a maior cidade dos Emirados Árabes Unidos. É a capital do emirado de mesmo nome. Dubai, na verdade combina duas cidades, Dubai e Deira, divididas pelo rio Creek. Sua localização entre a Ásia e o Ocidente e perspicazes homens de negócio transformaram o que era um posto no deserto em um centro de negócios regional.
O petróleo ajudou a abastecer a mudança, mas agora Dubai está ignorando a natureza e confiando em suas próprias criações para manter a economia rodando.
Em Dubai a regra predominante é de que não importa se as condições climáticas ou geográficas não favorecem. O que o homem puder criar, Dubai, cedo ou tarde, irá oferecer.



Para quem busca neve, por exemplo, Dubai está construindo uma das maiores pistas de esqui indoor do mundo. Somada a uma inclinação para o não-usual, o desejo de Dubai para brilhar gerou uma coleção de projetos que vão do grandioso às coisas intrigantes, como a Chess City, complexo de prédios em que cada um tem a forma de uma peça de xadrez.
A Burj Dubai, aclamada como a maior torre do mundo, é um dos grandes projetos que deve emergir no horizonte da cidade em alguns anos. Não se sabe qual será a altura exata do edifício após a finalização da construção, mas acredita-se que ela terá aproximadamente 705 metros de altura, o que a fará não somente o arranha-céu mais alto do mundo, bem como a estrutura mais alta do mundo. O término de sua construção está prevista para 2008, e seu custo estimado é de oito bilhões de dólares. Ao atingir sua altura máxima, o Burj Dubai deverá superar não somente o arranha-céu mais alto do mundo da atualidade, o Taipei 101, bem como a estrutura não sustentada por cabos em terra firme mais alta do mundo, a Torre CN, e a estrutura mais alta do mundo, a Torre da KVLY-TV.

É ao longo de sua costa, no entanto, que Dubai exerce todas as suas ambições de grandeza. Além do luxuoso hotel subaquático de US$ 500 milhões batizado Hydropolis, situado a 20 metros abaixo do nível do mar, outra construção audaciosa são as duas ilhas artificiais de U$ 1 bilhão cada uma na forma de palmeiras, que abrigarão resorts de luxo e alguns casarões. A ilha finalizada, Palm Island, já é um grande ponto atrativo da cidade.
Mar adentro, começaram as obras do chamado "The World”, um conjunto de ilhas artificiais que lembra o mapa do mundo. Ilhas com o formato da França ou da Austrália estão entre as opções que estrangeiros podem comprar após a lei que permite que não-cidadãos dos Emirados Árabes residam em propriedades no país por 99 anos.
Outra construção ambiciosa, o hotel mais caro do mundo, Burj al Arab, é a grande atração em Dubai. Tem 321 metros de altura, mais alto que a Torre Eiffel e é o hotel mais alto do mundo, levou quatro anos para ficar pronto e custou a ninharia de US$ 6 bilhões.
Situado 15 km ao Sul da cidade de Dubai, o hotel Burj Al Arab e o parque aquático Wild Wadi são parte de uma ilha artificial distante 280 metros da praia de Jumeira Beach, a praia dos milionários, à qual está ligada por uma via de acesso em curva, sob uma ponte. A construção começou em 1994, sobre pilares enterrados a até 40 metros abaixo do leito subaquático.
O prédio, em formato de um veleiro, compreende um heliponto no 28º andar e um restaurante panorâmico semi-suspenso no ar, tornando-se um ícone de referência na paisagem de Dubai.

Mas nem tudo é novidade em Dubai. A cidade também oferece pontos históricos entre suas atrações. Há três sítios arqueológicos importantes em Dubai. Al Ghusals e o Al Sufooh têm 2000 anos de antigos vestígios e é possível visitar os locais da escavação também em Jumeirah onde se encontram artefatos do século VII ao XV. O antigo distrito de Bastakiya, com suas ruas estreitas e altas torres de vento oferece uma visão de como era Dubai antigamente. Ao leste do Forte Al Fahidi, que abriga o Dubai Museum e uma interessante exibição de retratos do mundo submarino da pesca de pérolas, está a maior concentração de casas com torres de vento tradicionais. No passado, a cidade era famosa pela massa de torres de vento que se alinham ao longo das margens do Creek. Mais do que meramente decorativas as torres eram o único meio de refrescar as residências antes do advento da eletricidade.

A Torre Nahar, construída por volta de 1870, era uma das linhas de defesa ao leste e ao norte de Dubai. Um dos três pontos de sentinela da antiga cidade, o restaurado Burj Nahar, com seus pitorescos jardins em Deira, é um dos pontos populares de fotografia.
Na beira do Creek, Shindagha é o local original de onde Dubai cresceu. A casa do Sheikh Saeed, a antiga residência da poderosa família Maktoum, foi restaurada com cuidado em um ambicioso projeto que devolveu o local á sua glória original e a transformou em museu.
Praticamente um canteiro de obras e restaurações, Dubai está definitivamente construindo e solidificando um admirável destino turístico e de negócios, que oferece atrações para todos os gostos...

Por Verônica Moschetta

 

 

 

Este site é operado pela Ponto Tur Viagens e Turismo. Copyright© 2006 Ponto Tur. Todos os direitos reservados.

 
 
 

 

Aluguel de Carro


Seguro de viagem     São Paulo

Reserva de Hotel

pacotes turisticos