Reservas de Hotéis Aluguel de Carro Passagens Aéreas
 Quem somos   |   Formas de Pagamento    |    Compromisso com o Menor Preço   |    Vantagens    |   Segurança    |   Privacidade
Passagens Aéreas Promocionais
Nacionais

Internacionais

No Exterior

Viajando para o Brasil

Viajando entre países

 

Nacionais

Internacionais

 

Brasil

Exterior

 

Seguro viagem

Passaporte

Vistos

Pacotes turisticos

Consulados
Hotéis em São Paulo

Embaixadas do Brasil

Mapa do Site

 

Dicas de Saúde

Guia do Passageiro

Bagagem

Alfândega

Viagens Exterior

Glossário

Chamadas a Cobrar

Campinas - SP

A origem do povoamento de Campinas está ligada à abertura dos caminhos para o sertão de Goiás e Mato Grosso, feita pelos paulistas do Planalto de Piratininga. Uma dessas trilhas, aberta entre 1721 e 1730, chamou-se "Caminho dos Goiases". Logo se instalou um pouso para descanso dos tropeiros que utilizavam esse caminho entre as vilas de Jundiaí e Mogi-Mirim. Esse pouso ficou conhecido pelo nome de "Campinas do Mato Grosso" em razão da formação de três pequenos descampados em meio à densa mata.

 

A agricultura teve papel de destaque na história de Campinas, que se aproveitou do fértil solo de terra roxa. A primeira cultura agrícola foi a cana-de-açúcar, logo suplantada pelas lavouras de café, e em pouco tempo, a economia cafeeira impulsionou um novo ciclo de desenvolvimento de Campinas. Em 1872, graças ao plantio de café e a construção da Companhia Paulista de Estradas de Ferro, Campinas passa a ser uma das maiores cidades do País. Com a crise da economia cafeeira, a partir da década de 1930, a economia de Campinas assumiu um perfil mais industrial e de serviços. Devido o seu grande progresso Campinas também ficou conhecida como a "Princesa d'Oeste", referência esta por estar a oeste da capital do estado. Campinas é conhecida também por Cidade das Andorinhas, já que a cidade estava na rota dessas aves, ainda durante a época dos barões de café.

 

Atualmente Campinas concentra cerca de um terço da produção industrial do estado de São Paulo. Destacam-se as indústrias de alta tecnologia e o parque metalúrgico. É também importante e diversificado centro comercial - possuindo o maior shopping center da América Latina, o Shopping Parque Dom Pedro - e de serviços. Também se destacam um moderno parque industrial e tecnológico — fruto de um plano de instalação de "tecnopólos", e renomadas instituições de ensino superior, como a Universidade Estadual de Campinas e a Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Também é em Campinas que se localiza o Laboratório Nacional de Luz Síncroton e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD). Campinas abriga ainda a Área de Relevante Interesse Ecológico Santa Genebra, de 251 hectares, criada em 1985 e regulada pelo IBAMA, Prefeitura Municipal de Campinas e Fundação José Pedro de Oliveira. A cidade também apresenta grandes bosques, como o Bosque dos Jequitibás, Bosque dos Alemães e Bosque dos Guarantãs.

 

Dando uma pausa no trabalho e estudo, a região de Campinas também tem um forte lado turístico, seja promovendo grandes eventos temáticos, como a Festa da Uva Vinhedo, Festa do Figo Valinhos, Festival das Flores Holambra, abrigando excelentes parques temáticos - Wet'n Wild e Hopi Hari ou oferecendo roteiros diversos de turismo rural e histórico.

 

A Escola Preparatória de Cadetes do Exército, por exemplo, é uma atração imperdível, não só pelo valor histórico, mas pelo local e pela curiosa construção. Com sua pintura em cor de rosa, o complexo é hoje um ícone de Campinas e recebeu o carinhoso apelido de Casa Rosada, numa referência à sede do governo da vizinha Argentina. Suas imponentes instalações, cercadas de muito verde, com amplos espaços e torres que se destacam na paisagem urbana, abrigam 816 candidatos à Academia Militar de Agulhas Negras. Entre outras atrações o prédio abriga uma biblioteca aberta ao público com mais de 12.000 livros. Outra pedida interessante é o passeio pelo Centro Histórico de Campinas, cujo itinerário inclui o prédio da Prefeitura, o Palácio dos Azulejos, a Escola Carlos Gomes, Basílica Nossa Senhora do Carmo, e outros pontos de interesse histórico e cultural do município. Vale também visitar a Praça do Castelo, uma antiga praça arborizada num dos pontos mais altos da cidade, que possui um dos maiores e mais antigos reservatórios de abastecimento de água do município, onde se localiza um mirante que permite uma vista panorâmica de boa parte de Campinas.

 

Campinas localiza-se ao noroeste da capital do estado, distando desta cerca de 90 quilômetros. Com a construção de grandes rodovias como a Rodovia Anhanguera, a Rodovia dos Bandeirantes, a Rodovia Santos Dumont, a Rodovia Dom Pedro I, Rodovia Adhemar de Barros, a Rodovia Jornalista Francisco Aguierre Proença e a Rodovia General Milton Tavares de Souza - ou Tapetão, que é o principal acesso à Refinaria do Planalto Paulista (REPLAN), Campinas consolidou-se como importante entroncamento rodoviário. O Aeroporto Internacional de Viracopos é o segundo maior aeroporto internacional do Brasil e é considerado o maior terminal de cargas da América do Sul.

 

Por Verônica Moschetta

 

 

 

Este site é operado pela Ponto Tur Viagens e Turismo. Copyright© 2006 Ponto Tur. Todos os direitos reservados.